Como construir um relacionamento saudável

Brigas de CasalAo longo dos últimos anos trabalhando com diversas pessoas eu percebi um padrão geralmente os casais tendem a discutir muito mais no final do dia do que no começo do dia. Exatamente porque quando eles voltam para casa eles possuem necessidades muito diferentes e hoje eu quero abordar aqui o seguinte: Como agir quando a gente volta para casa, para que a gente possa ter um relacionamento muito mais harmonioso e saudável? Vou te mostrar o Programa Relacionamento na Prática.

Há milhares de anos as mulheres foram configurando o seu corpo pra necessitarem no final do dia de mais ocitocina. O que significa isso? No final do dia a mulher quer se sentir cuidada, amparada, acolhida. Então a necessidade da mulher, quando ela chega em casa no final do dia é essa.

Ela quer contar o que aconteceu no seu dia, ela quer contar os seus principais problemas, ela espera que a outra pessoa escute, que a pessoa acolha, que a pessoa dê carinho. Que seu parceiro demonstre empatia, ou seja, demonstre: “olha eu cuido de você, eu estou aqui para te apoiar!”.

Por outro lado o homem quando chega em casa tem uma necessidade diferente, pois foram milhares de anos de evolução em que ele saía para caçar, saía para trabalhar num ambiente muito diferente do que é hoje e chegava em casa com alto nível de estresse. Então o que o homem precisa? Ele precisa baixar a sua adrenalina.

O homem quando chega em casa no final do dia quer ir para algum lugar e ficar quieto. Não quer falar com ninguém, não quer nenhum tipo de interação e se a mulher chegar pra ele com algum tipo de problema, ele vai querer resolver rápido. Um relacionamento na prática é muito dificil, isso não é exclusividade de vocês.

Mulher querendo atençãoImagine a cena: A mulher chega em casa e ela necessita de ocitocina e pra ela se sentir cuidada ela quer contar o que aconteceu. O homem começa a ouvir o que aconteceu durante o dia e quer logo dar a solução para aquilo, para ela parar de falar.

Imediatamente eles começam a discutir porque ele nunca escuta o que ela tem pra dizer, porque é sempre muito difícil, porque ele não se interessa pela vida dela, porque ele não se interessa pelo que acontece no seu ambiente de trabalho e ai começa uma discussão. E na verdade a discussão acontece porque nenhum dos dois, por vezes, estão conscientes do que está acontecendo. Por baixo daquele comportamento há uma necessidade visceral e hormonal: a mulher querendo se sentir cuidada, para liberar ocitocina, veja aqui, e o homem querendo baixar adrenalina para poder liberar serotonina, o hormônio de bem estar.

No mundo ideal o que aconteceria? O homem chegaria em casa teria um tempo para baixar sua adrenalina e começaria a liberar a serotonina e a partir daí estaria numa paz maior para interagir com as outras pessoas. No mundo ideal para as mulheres, elas chegariam em casa e teriam alguém lá pronto para ouvir como foi o dia delas, o que elas fizeram, quais foram os problemas que surgiram e ouvir os problemas apenas da perspectiva do “tô aqui para te apoiar”, ou “Eu entendo que você sofreu hoje que e que foi estressante pra você”, ou ainda “É realmente não é fácil o seu dia.”

E só isso! E como isso não acontece na maior parte dos casos o que a gente tem é a discussão! Então qual que é a ideia? Você entendendo isso, você pode agora, começar a se preparar, caso você queira construir um relacionamento mais harmonioso.

Esse é o padrão do que acontece na sua casa? Ou seja, ao voltar para casa aumentam as chances de discussão no final do dia, exatamente porque as necessidades são diferentes.

Então, se você é o homem, imediatamente você se prepara para os primeiros trinta minutos de interação, perguntar: “E aí como foi o seu dia? Me conta o que aconteceu!”, simplesmente com o objetivo de apoiar a outra pessoa, compreender a outra pessoa, para que ela possa se sentir bem.

 

O que a mulher pode fazer para melhorar seu relacionamento

Se você é a mulher, você pode:

Número 1: Permitir que o homem chegue e tenha um tempo pra ele baixar sua adrenalina, uns vão assistir televisão outros de repente vão correr na esteira e outros vão simplesmente sentar no sofá e ficar quieto olhando pro nada. É uma forma que tem de abaixar a adrenalina. Outros vão meditar, outros vão ouvir música, outros vão assistir algum filme, outros vão jogar vídeo game ( o que muitas vezes não resolve pra baixar a adrenalina)

Número 2:  Trazer um problema para ele resolver, questionando o que ele faria no lugar dela. Como ele tá com a adrenalina alta ele vai te dar várias opções. Procure concordar com ele. Peça ajuda para arquitetar um plano de como se livrar da situação incomoda, isso ajudará seu parceiro a baixar a adrenalina também. Fará com que ele se sinta capaz, e isso fará com que a adrenalina seja trocada pela dopamina.

E a dopamina dá uma sensação muito boa e isso faz com que exista muito mais harmonia entre o casal. É importante entender as diferenças hormonais. A ideia aqui não é qual dos dois tem que ceder, a ideia é qual dos dois tem mais condições, no final do dia, de liderar esse movimento ou seja fazer a sua parte para que a relação funcione melhor.

Em qualquer relação sempre tem alguém que tem mais condições de liderar o bom convívio e fazer tudo acontecer da melhor forma possível.

Dicas para agradar uma mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *