Como turbinar seu foco e concentração

Se por um acaso você não consegue ter uma alta capacidade de concentração, de foco e também procrastina algumas tarefas, eu vou te ajudar. Nesse artigo eu vou falar sobre como você pode desenvolver habilidades simples para você conseguir mais foco e entregar mais resultados. Então, vamos lá!

Ser multitarefa não faz parte de nossa natureza. Pare para pensar e reflita no tanto de ideias que você já teve durante todo esse tempo, nos projetos que pensou que pudesse dar certo, nas ideias de abrir um negócio novo, de formas para ganhar dinheiro sem ter um chefe. Eu tenho certeza que foram várias e várias. Porém, quantas ideias você realmente executou? Inteligen QI funciona, é aí que os grandes empreendedores se destacam.

Saber reconhecer qual ideia está alinhada com seu propósito e merece a energia necessária, para colocá-la em prática. Esse é o poder do foco. Isso é usar a concentração com inteligência. Saber quando seguir um caminho e quando recusar uma proposta. Aprender a falar NÃO. NÃO para uma ótima proposta financeira mas que envolve ir contra seus princípios morais e éticos.

NÃO para aquilo que não está alinhado com seu propósito de vida. NÃO para pessoas que sugam sua energia e te colocam para baixo. NÃO para tudo que te afasta dos seus objetivos. Para finalmente dizer “SIM” para o seu sonho.

E usar toda seu tempo disponível, concentração e foco para chegar lá. Você sabe que precisa aprender a dizer não para finalmente se concentrar no que mais importa.

Mas…você sabe para o quê você precisa dizer não? Vou te apresentar alguns dos maiores ladrões da sua concentração e do seu foco: Estar online o tempo todo!

Gloria Mark, uma pesquisadora da Universidade da Califórnia ( http://www.ucla.edu/ )  decidiu investigar os efeitos da tecnologia na vida das pessoas, tanto no ambiente de trabalho e no mundo acadêmico.

Neste mundo de Facebook, Twitter, onde tudo gira em torno das redes sociais e aplicativos de mensagens temos nossa capacidade de concentração diminuída, segunda a conclusão de estudos. Estamos cada vez mais multitarefa, usamos vários programas ao mesmo tempo, fazemos várias coisas ao mesmo tempo, atendemos telefone enquanto estamos desenvolvendo uma importante tarefa, mandamos e-mail enquanto estamos no meio de um projeto importante e por aí vai.

E mesmo assim, aqueles que alternaram de tarefa várias vezes durante o expediente chegaram ao final do dia achando que não tinham sido
produtivos.

No ano de 2004, a pesquisadora fez um trabalho de monitoramento com um grupo de trabalhadores. O tempo em que essas pessoas ficavam concentradas em uma tarefa foi cronometrado. O estudo mostrou que o foco e a concentração naquilo que estavam fazendo durava, em média, 3 minutos. Esse mesmo estudo foi replicado 10 anos depois e os resultados foram surpreendentes:

O tempo de concentração caiu de minutos para apenas segundos. Com todo este avanço tecnológico ao qual tivemos acesso ao longo dos anos, é possível afirmar que ele é o grande culpado por esta falta de atenção generalizada que estamos experimentando.

Tarefas desagradáveis fazem nossa mente divagar com mais facilidade: Imagine que você está ocupado, com um trabalho importantíssimo para entregar e mesmo assim, você parece incapaz de focar no que está fazendo. Sua mente insiste em pensar em assuntos nada relacionados, como o filme que você assistiu no dia anterior. E pior, você não controla e nem sabe por que outros pensamentos não param de chegar, atrapalhando seu desempenho.

Nem sabe dizer, precisamente, em que momento sua mente começou a “divagar e viajar”.

Agora tente lembrar de alguma situação em que isso aconteceu com você. Como você estava se sentindo naquele momento? Sem vontade, com sono, fadigado? Estava fazendo uma tarefa que não gosta? Sem tesão? Desmotivado? Com certeza, se estivermos em alguma dessas situações anteriores há grandes chances de perdermos a concentração e o foco. Nossa mente foge para situações mais agradáveis.

Muito menos provável que haja perda de concentração quando fazemos algo que gostamos. Mas mesmo assim, há momentos em que precisamos
executar tarefas que não são de nosso agrado. E é por isso que precisamos de total concentração e foco.  A boa notícia é que existem sim maneiras de ficar mais concentrado, até mesmo em tarefas chatas.

Falta de memória

Nossa memória pode ser afetada por alguns fatores:

  • Idade
  • Estresse
  • Depressão
  • Doenças mentais
  • Excesso ou efeito colateral de medicação
  • Dietas restritivas
  • Uso de álcool e drogas

Problemas como os citados acima podem reduzir nossa capacidade de memorização. Isto acontece porque nossos neurotransmissores (que realizam o “transporte” das informações) sofrem quando expostos a estas condições. O cérebro passa a não estar mais equilibrado.

Para evitar que esses vilões destruam a sua concentração, alguns simples hábitos podem ajudar e muito:

Treine seu cérebroMantenha uma rotina “fitness” para seu cérebro: Você achou que bastava ir para a academia? Seu cérebro também precisa “fazer exercícios”. Jogos de raciocínio, jogos que exercitem a memória podem mudar rapidamente a maneira que seu cérebro trabalha.

Seja um caçador de soluções: Não fomos feitos para focar em problemas, o que causa agitação e confusão mental, mas sim para descobrir as soluções. Ao resolver problemas você deixa de ser pessimista e se torna uma pessoa mais positiva dentro das suas relações pessoais e de trabalho.

Crie um período onde as interrupções sejam proibidas: Pode ser um momento no começo ou no fim do dia. Você escolhe.

Defina previamente uma tarefa importante: Isso parece dificil para você? Exercite isso! Passe a priorizar apenas uma tarefa importante por dia. Parece difícil fazer isso em um mundo onde tudo é urgente e prioritário. Melhor realizar do início ao fim algo de grande importância do que várias coisas insignificantes.

Treine sua mente como um músculo: Quando a multitarefa vira regra, nosso cérebro se adapta. Assim como é possível acostumar nossa mente
a ser desfocada, o inverso também é possível. Estar e se manter concentrado não é mágica, é prática. Você pode desenvolver habilidades de concentração e foco da mesma forma que aprende a andar de bicicleta ou a tocar um instrumento musical.

Como já foi dito é possível ter completo domínio sob a sua mente, porém, pode não ser tão fácil. Tenha consciência que você precisará de resiliência e muita paciência para chegar ao domínio total da sua mente e assim consequentemente, da sua concentração.

Remédios para concentração e foco

Com novas tecnologias e estudos estão sendo desenvolvidos remédios para foco e concentração. Um dos mais famosos é o suplemento Inteligen QI.

A maioria desses suplementos que prometem aumentar o foco e concentração não oferecem efeitos colaterais a saúde. O maior problema é que a maior parte dessa suplementação tem altos custos para quem consome.

Eu acredito que antes de sair por aí, consumindo remédios e suplementos devemos tentar mudar nossos hábitos. Procurar soluções que não envolvam dinheiro e sim comportamento.

Você tem que mostrar quem está no controle

Algumas técnicas e até mesmo aplicativos (que podem ser vilões da produtividade se mal utilizados), podem ajudar no poder da concentração:

Experimente a técnica Pomodoro: Já ouviu falar desta técnica? Ela consiste em dividir o teu tempo de trabalho em períodos que variam de 1 hora a 1h30m. A técnica original sugere 25 minutos. As pausas entre os períodos devem ser de 10 a 15 minutos. Isso pode parecer difícil no inicio, mas você verá que será mais fácil manter a alta performance por períodos 1 hora do que 8 horas alternando entre tarefas.

Músicas para foco: são sons específicos para incentivar a concentração. São ruídos que se fundem ao barulho do ambiente a tal ponto que não se presta mais atenção. É claro que não estamos falando de músicas cantadas ou que contenham sons próximos à voz do ser humano. Um ótimo aplicativo para testar é o BrainFM, ele oferece várias músicas que ajudam a aumentar o foco e relaxar no trabalho.

Meditar no TrabalhoMeditar: A meditação é uma ótima ferramenta para te fazer entrar no “estado de flow”. A meditação ajuda a treinar o cérebro para que você não se distraia com coisas externas. Procure testar o App Headspace enquanto estiver ocupado com alguma tarefa importante. O “Flow” nada mais é do que “ter controle da mente”. Deseja ficar mais concentrado? Pratique meditação de 10 a 15 minutos diários e sinta a diferença em um curto espaço de tempo.

Uma mente concentrada e atenta está mais apta a gerar pensamentos mais criativos, insights, geniais e ainda a atrair novas oportunidades. Acredite que é possível desenvolver essa habilidade com técnicas, hábitos e exercícios muito simples, como os que falamos neste artigo. O potencial já está dentro de você. Basta aprender a usar!

E aí, as dicas foram valiosas aqui para você? Espero que alguns ensinamentos aqui possam te ajudar a se concentrar melhor, ter mais foco e também, ultimamente, mais clareza para você conseguir realizar o que você pretende.

Começar a meditar

Essa é uma grande dificuldade das pessoas com quem converso. É a sua também? Creio que esse vídeo pode te ajudar a sair do lugar. Aproveite:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *